Carregando...

Frente Parlamentar do Leite vai ser lançada nesta quarta-feira em Florianópolis

Os três Estados do Sul produziram 12,8 bilhões de litros de leite em 2017 – 38% do total produzido no País.

Será instalada nesta quarta-feira às 15 horas na sala de imprensa da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, a Frente Parlamentar de Produção e Industrialização do Leite. A proposta é do vice-presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural, deputado Moacir Sopelsa, “Estamos atendendo a uma reivindicação dos produtores, na audiência pública do leite, realizada em Pinhalzinho, no mês de abril”, explica Sopelsa.

Santa Catarina é o quarto maior produtor de leite do País, sendo que a produção de leite representa o terceiro principal produto do Estado. Nos últimos anos 11 anos a produção estadual cresceu 92%. Em 2017 a produção chegou a 3,4 bilhões de litros. Sopelsa aponta que o setor passa por um momento de dificuldades, neste sentido a Frente Parlamentar da Cadeia Produtiva do Leite servirá como um fórum permanente para ouvir as pessoas envolvidas neste setor com o objetivo de construir ações concretas para ajudar o setor no enfrentamento das demandas.

Os números representam a importância da atividade para a economia de Santa Catarina. Sopelsa destaca que “É preciso saber o que queremos para a produção de leite e encaminhar uma ação conjunta entre produtores, indústria e governos”. O parlamentar assumiu o compromisso de trabalhar para construir uma proposta que possa consolidar a produção e resolver os problemas.

Os três Estados do Sul querem ampliar os mercados para o leite produzido na região, com foco na exportação. Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul produzem 38% do leite brasileiro e a intenção é que o produto conquiste também o mercado externo. Os membros da Aliança Láctea acreditam que a região Sul é capaz de produzir o leite mais competitivo do mundo. Para isso, o setor deve passar por uma grande transformação, principalmente, na organização logística da cadeia produtiva e na redução de custos de produção.

Segundo o secretário da Agricultura de Santa Catarina, Airton Spies, a produção de leite é a atividade agropecuária que tem os maiores ganhos a incorporar. “Esse é o setor onde as coisas vão mudar muito e para melhor nos próximos anos, é o setor em que o ponteiro mais vai se mexer, em termos de modernização, com aumento de eficiência e produtividade”, ressalta.

Para ser competitivo, é necessário que o leite produzido tenha simultaneamente três atributos: produto de alta qualidade, produzido a custo baixo e uma cadeia produtiva com logística eficiente. De acordo com Spies, esse é o tripé que sustenta qualquer atividade econômica sob regras de livre mercado. “Aqui temos muitas vantagens comparativas que podem ser transformadas em vantagens competitivas. Temos mais sol, mais chuva, solos férteis e um clima favorável para ocorrer fotossíntese e produzir biomassa, que é o alimento básico das vacas durante os doze meses do ano. Além disso, temos ainda a valorosa capacidade de trabalho dos agricultores familiares, que já têm muita tradição e habilidades na lida com os animais”.

Com a meta de transformar a região Sul em exportadora de leite, os membros da Aliança Láctea se unem para resolver os problemas comuns e aproveitar as oportunidades para o setor. Em Santa Catarina, único Estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação, os principais desafios citados pela entidade são: controlar a brucelose e tuberculose e organizar a produção com adoção de tecnologia de ponta para reduzir os custos e competir com os preços internacionais de lácteos.

Os três Estados do Sul produziram 12,8 bilhões de litros de leite em 2017 – 38% do total produzido no País. E as expectativas são de que até 2025 a região produza mais da metade de todo leite brasileiro.

Fonte: Fecoagro/Secretaria da Agricultura

Rádio Cravil

INFORMATIVO CRAVIL 15 09 2018
17/09/2018 às 08:13:51
INFORMATIVO CRAVIL 08 09 2018
10/09/2018 às 08:36:29
INFORMATIVO CRAVIL 01 09 2018
03/09/2018 às 08:31:06
INFORMATIVO CRAVIL 24 08 2018
28/08/2018 às 10:23:33